Essa é uma briga antiga no meio acadêmico e que hoje começa a tomar corpo na sociedade por meio da conscientização promovida por alguns militantes do desenvolvimento territorial.

O centro das cidades é disputado pelos especuladores imobiliários de forma violenta e para a “conquista da área central” os especuladores e grandes grupos econômicos, pautados na lógica do maior lucro possível, utilizam do Estado muitas vezes para desapropriar grandes áreas e depois liberá-las para grandes empreendimentos que valorizem grandes áreas. A prerrogativa que o Estado detém na questão de desapropriar terrenos e edifícios com base no bem público é completamente instrumentalizada por estas gigantescas forças econômicas e ficamos inertes. Inertes quanto a disputa econômica, inertes quanto a disputa política. E perdemos o centro, as áreas intermediárias e até mesmo a periferia, que se transforam em “oportunidades de negócio” ao invés de “oportunidades de dignidade”.

QUER APRENDER MAIS SOBRE GESTÃO PÚBLICA?

Segue fantástica aula da Prof. Ermínia Maricato sobre a disputa do centro da cidade de São Paulo. Vale muito a pena assistir, porque o conteúdo serve para praticamente qualquer cidade brasileira atual.

Aula Prof. Emínia Maricato – Centro de SP

Gostou? Muita gente não sabe dessas informações, compartilhe!

Deixe uma pergunta (ou resposta ou crítica!)